Em conteudo-patrocinado

Consórcios contam com quase 7 milhões de cotistas; veja 8 motivos para participar

Flexibilidade, segurança e benefícios da compra à vista contam pontos a favor

Há muitos modos para comprar uma casa, um carro, ou qualquer outro sonho de consumo, mas nem sempre as pessoas conhecem todas as opções antes de escolher o caminho mais adequado. Uma alternativa que pode passar batido pelo consumidor na hora de se decidir por uma compra é o consórcio, modalidade em que um grupo se reúne e contribui com um fundo comum.

Ainda assim, essa modalidade reúne milhões de pessoas: segundo dados de janeiro divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), são quase sete milhões de brasileiros que estão participando de consórcios para comprar um produto ou serviço. Mas você sabe por que eles decidiram por esse caminho? Abaixo, listamos 8 motivos para esclarecer algumas dessas razões:

Benefícios da compra à vista

Uma grande vantagem oferecida a quem entra em consórcio é contar com os benefícios da compra à vista. Isso porque, ao receber sua carta de crédito – ou seja, ao ser contemplado com o dinheiro para fazer a compra –, você terá disponível todo o valor para a aquisição do seu bem ou serviço de uma vez só, o que costuma garantir condições melhores para negociar descontos.

Parcelas com valores acessíveis

O benefício da compra à vista não é a única vantagem financeira do consorciado. Em muitos casos, especialmente nos planos com prazos de contribuição mais longos, as parcelas podem ser bem menores, com valores acessíveis para a maioria dos perfis. Para conferir, consulte uma administradora e faça uma simulação.

Flexibilidade para contratar serviços

Os consórcios não vivem apenas de carros e imóveis. A contratação de serviços é uma modalidade que vem crescendo nos últimos anos no Brasil. São mais de 37 mil brasileiros que optaram por esse caminho em janeiro, o que representa crescimento de quase 15% em um ano. Essas pessoas têm amplo leque de opções para contratar, variando desde serviços residenciais aos de estética, saúde, eventos, festas, entre outros.

Estimula o hábito de poupar

O brasileiro não tem a cultura da poupança – muitos especialistas atribuem isso a um resquício do período de hiperinflação que vivemos nas décadas de 1980 e 1990. O consórcio, na realidade, quebra essa tendência, porque nada mais é do que uma poupança conjunta para poder ter acesso ao seu sonho de consumo com a vantagem do pagamento à vista. Portanto, a disciplina exigida para participar de um consórcio estimula o hábito de poupar, podendo se manter mesmo após o consumidor ter acesso à carta de crédito.

Possibilidade de ganhos no curto prazo

Se você fez todo seu planejamento e está certo de que o consórcio cabe no seu bolso, saiba que a sorte pode acabar te ajudando ainda mais. Caso seja contemplado com a carta de crédito por meio de um sorteio logo nos primeiros meses, por exemplo, você conseguirá comprar uma casa própria em muito pouco tempo e deixar de pagar o aluguel, aliviando o orçamento mensal. Se estiver comprando um imóvel adicional, isso significa que é possível ganhar com o aluguel enquanto paga as prestações do consórcio.

Lance planejado pode garantir o dinheiro mais cedo

O sorteio é uma das modalidades de participar de um consórcio, e não é preciso contar apenas com a sorte. Também é possível conseguir uma carta de crédito por meio de lances. Nele, tem direito ao crédito quem oferecer o maior lance – por isso, é aconselhável estudar os lances dados anteriormente e fazer uma boa oferta, assim você pode conquistar seu crédito antes.

Possibilidade de uso do FGTS para consórcio imobiliário

Para o caso específico do consórcio imobiliário, o cotista conta com um importante aliado: a possibilidade de utilizar o dinheiro do FGTS para pagar as prestações ou para dar um lance. A regra é a mesma válida para a compra de qualquer imóvel: o valor não pode ultrapassar os R$ 800 mil, ou R$ 950 mil para os casos dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além do Distrito Federal.

Flexibilidade nos valores e objetivos

Se você entrou em um consórcio e, no meio do caminho, mudou de ideia ou teve que rever seus objetivos por algum motivo, não se desespere! Os consórcios possibilitam alguns ajustes de rota, como diminuir ou aumentar o valor do crédito, e consequentemente o valor das prestações. Para isso, entre em contato com sua administradora e negocie as mudanças.

Em último caso, também é possível vender a cota ou transferir seu contrato. Esse novo cotista deverá assumir as obrigações e direitos, desde que essa operação esteja prevista em contrato e tenha o aval da administradora, que deve fazer uma análise da capacidade financeira e das garantias do novo consorciado.

E não se esqueça: o consórcio é regulamentado e fiscalizado pelo Banco Central, por isso é importante sempre se certificar de que a instituição escolhida para intermediar suas compras é autorizada a operar pelo BC. Esse levantamento está disponível para consulta no site da autoridade monetária, que também oferece um ranking de reclamações das administradoras de consórcios. Para acessar, basta clicar aqui.

Esses são apenas alguns dos motivos que fizeram milhões de brasileiros optarem por essa modalidade ao comprar casas, carros, motos, eletrodomésticos, viagens, cursos, e tantos outros produtos e serviços nos últimos anos.

Para aprender mais sobre o assunto, clique aqui e acesse o site da ABAC.

 

Contato