Em minhas-financas / consumo

Anvisa proíbe propaganda ''com alegações terapêuticas'' da Mundo Verde

A empresa afirma que já tomou todas as medidas imediatas e cabíveis para cumprir com os prazos legais exigidos

 SÃO PAULO – A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu todas as propagandas do site Mundo Verde que atribuam propriedades terapêuticas não autorizadas a alimentos comercializados na loja.

 O site é da empresa Rede Brasileira de Bem-Estar Franquia de Estabelecimentos Comerciais Ltda., e as publicidades divulgavam benefícios de saúde ou funcionais, como prevenção de câncer e doenças do coração, Alzheimer, osteoporose, auxiliar no emagrecimento, ação diurética, propriedades antibacterianas e antifúngicas, diminui dor crônica em ossos e músculos, vasodilatador, entre outras.

 A Anvisa explica que o uso de alegações terapêuticas em propagandas de alimentos não é permitido. Propriedades funcionais ou de saúde somente podem ser divulgadas em alimentos registrados para este fim quando forem atendidas as diretrizes básicas para comprovação de propriedades funcionais ou de saúde estabelecidas na legislação.

 Em nota enviada ao InfoMoney, a empresa afirma que já tomou todas as medidas imediatas e cabíveis para cumprir com os prazos legais exigidos pela Anvisa e esclarece que “atuou e atua no mercado de produtos naturais há mais de 35 anos sempre prezando por práticas legais, seguras e que proporcionem bem estar e saúde a toda coletividade”.

 A empresa considera a proibição um “fato isolado” e “ressalta que em nenhum momento teve o objetivo de realizar propaganda terapêutica de produtos alimentícios vendidos junto à sua rede de franquias”.

Mundo Verde
(Reprodução/Facebook)

Contato