Em negocios / grandes-empresas

Carlos Wizard e Flávio Augusto criam holding e compram rede de ensino

Sócios desde o mês passado, empresários expandem os negócios com a aquisição

SÃO PAULO - Carlos Wizard e Flávio Augusto da Silva, da Wise Up, anunciaram, nesta segunda-feira, a aquisição de cem por cento do capital da rede de idiomas Number One, que tem 25 mil alunos e 45 anos de atuação.

A rede, que emprega mais de 2 mil pessoas, possui 135 unidades espalhadas pelo Brasil, sendo cerca de 80 em Minas Gerais - mercado onde a Wise Up busca crescimento. O faturamento em 2016 foi acima de R$ 100 milhões, e o valor de aquisição é confidencial. 

Em termos de público, a rede passa a atender alunos da categoria infanto-juvenil, que não era abrangida pelo foco em alunos adultos Wise Up.

É, segundo Flávio Augusto, apenas a primeira de uma série de aquisições que os empresários planejam para os próximos meses e anos. Para seguir com essas aquisições, anunciaram também a criação da holding Wiser Educação, cuja gestão será dividida: 35% nas mãos de Carlos Wizard e 65% com Flávio Augusto. Já há conversas para novos 2 contratos de aquisição. 

"Temos como estratégia focar na nossa expansão na área de ensino de idiomas. Foi essa a minha trajetória e do Flávio, temos o know how nessa área", disse Wizard. "Por outro lado, vamos analisar outros processos. Por isso que chamamos o grupo de Wiser Educação: estando no setor de educação, nós vamos considerar", continuou. 

A dupla anunciou há menos de um mês a sociedade na administração da Wise Up, com a intenção de impulsionar os negócios da rede após uma retomada do crescimento que se seguiu à quase falência da rede. Flávio Augusto recomprou a rede no final de 2015.

Foram inauguradas 28 escolas em 2017 e espera-se criar mais 25 no segundo semestre apenas em crescimento orgânico. Até 2020, a rede pretende ter mil escolas. 

Wise up
(Reprodução/ site Wise up)

Contato