Aplicações

Poupança

O investimento mais famoso e utilizado no país recentemente tem dificuldades de acompanhar a inflação e perde para praticamente todos os investimentos de renda fixa.

Os juros pagos pela poupança são baixos, e, embora pareçam um investimento seguro e fácil, tem um dos piores rendimentos dentre aplicações de baixo risco, fazendo com que o poupador até mesmo perca dinheiro em momentos de inflação elevada.

De acordo com o Banco Central, os bancos devem pagar os juros da poupança de duas formas: a remuneração básica, dada pela TR, mais a remuneração adicional (0,5% ao mês, enquanto a meta da taxa SELIC ao ano for superior a 8,5% ou 70% da meta da taxa SELIC no ano, se essa for igual ou inferior a 8,5%).

Os rendimentos são calculados sobre o menor saldo de cada período de rendimento: o dia depois do aniversário da poupança (dia do mês que foi aberta, exceto para os dias 29, 30 e 31, no qual a data de aniversário é considerada o 1º dia do mês seguinte) até o próximo aniversário, que é quando pagarão o rendimento. Esse modelo de pagamento mensal vale apenas para pessoas físicas e entidades sem fins lucrativos. Para outros tipos de depósitos, os rendimentos são pagos trimestralmente.

Dizem que as vantagens da poupança são a segurança, liquidez e praticidade. No entanto, existem investimentos mais seguros, com a mesma liquidez e praticidade, porém com rendimentos maiores. Explore opções de Renda Fixa!

Se você quiser conhecer porque a poupança está sendo tão mal falada ultimamente, leia nosso artigo sobre o assunto.