#Dicionário
Dicionário
 
a

Ações

São parcelas do capital social de uma empresa constituida como uma Sociedade Anônima.

 
b

BACEN ou Banco Central do Brasil

Localizado em Brasília, capital nacional, é o órgão responsável pela execução das resoluções do Conselho Monetário Nacional. Além disso, também atua como banco do Tesouro Nacional, regula e fiscaliza o mercado financeiro e seus agentes, é o responsável por toda a estrutura das instituições financeiras do país, executa a política cambial, exerce o controle do crédito e da política monetária, gere as reservas internacionais e de ouro no Brasil, negocia as dívidas externas e ainda representa o país perante outras instituições financeiras estrangeiras e internacionais.

Blue Chip

É o nome dado às ações com grande liquidez na Bolsa.

BM&FBOVESPA

É a Bolsa de Valores do Brasil, localizada em São Paulo. Ganhou esse nome com a fusão da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) com a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

 
c

CDB

Os Certificados de Depósito Bancário são os empréstimos para os bancos privados, para financiar suas atividades. O título é emitido com prazos que variam geralmente de três meses a cinco anos e tem liquidez diária após o período de carência inicial (às vezes 30 ou 60 dias). A aplicação é garantida pelo FGC - Fundo Garantidor de Crédito (principal e juros) para valores de até R$ 250 mil por CPF, por instituição ou conglomerado financeiro e fica registrada na CETIP em seu nome.

Copom ou Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil

Estabelece diretrizes da política monetária, define a meta da taxa SELIC e seu viés, além de analisar o Relatório de Inflação. Foi criado em 1996 para ajudar no processo de transparência e modernidade do Sistema Financeiro Nacional, sendo baseado em comitês dos Bancos Centrais dos Estados Unidos (Federal Open Market Committee – FOMC), Alemanha (Central Bank Council) e Inglaterra (Monetary Policy Committee).

Custódia

É a guarda dos títulos - é a forma de garantir a propriedade de cada um deles, de acordo com o local da venda e o nome do comprador. Existem locais que existem apenas para isso: a CETIP custodia os títulos de renda fixa, já a BM&F BOVESPA possui o CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia).

CVM ou Comissão de Valores Mobiliários

Autarquia federal vinculada diretamente ao Ministério da Fazenda, responsável pela disciplina, regulação, autorização e fiscalização do mercado de capitais do país e das companhias de capital aberto. Não fiscaliza os títulos de emissão do Tesouro Nacional, Banco Central do Brasil e instituições financeiras.

 
d

Debêntures

Títulos de dividas emitidos por empresas de capital aberto em busca de financiamento, podendo ser incentivados (com isenção de IR para pessoas físicas e emitidas para financiar projetos de infraestrutura) ou não. Quando são incentivados, rendem o IPCA mais uma taxa de juros, diferente das não incentivadas que rendem apenas uma taxa prefixada, mas possuem um vencimento menor. Com este título o investidor se torna um credor da compania emissora.

 
e

Emolumentos

Palavra que vem do latim, emolumentu, que pode ser ganho, gratificação, lucro eventual. Na prática, são taxas pagas à instituições como a BM&F para a negociação de ações, por exemplo.

 
h

Hedge Funds

Do inglês, são conhecidos no Brasil como Fundos Multimercados, é uma forma alternativa aos fundos de investimentos tradicionais. Nele, os investidores entram com grandes quantidades de dinheiro para que uma empresa especializada invista da forma que achar melhor, podendo utilizar estratégias diversas. Como é altamente especulativo e com poucas restrições, os riscos são altíssimos, assim como podem ser os ganhos.

 
l

LCA

O LCA, ou Letra de Crédito do Agronegócio, é o título emitido pelos bancos para financiar empréstimos concedidos para o agronegócio. Como recebe incentivo do Governo, a sua principal vantagem é a isenção de Imposto de Renda. A desvantagem desse investimento é o valor inicial, que pode chegar a dezenas de milhares de reais, além de não estar disponível para saque antes do vencimento, porém, esse tipo de investimento também conta com a garantia do FGC.

LCI

LCI significa Letra de Crédito Imobiliário e é o título emitido para financiar empréstimos concedidos para o setor imobiliário. Como recebe incentivo do Governo, a sua principal vantagem é a isenção de Imposto de Renda. A desvantagem desse investimento é o valor inicial, que pode chegar a dezenas de milhares de reais, além de não estar disponível para saque antes do vencimento. No entanto, esse tipo de investimento também conta com a garantia do FGC.

Liquidez

Diz-se que um título possui alta liquidez quando pode ser comprado ou vendido, em questão de minutos, tornando possível reaver o dinheiro de forma rápida e fácil. Investimentos com baixa liquidez requerem tempo para entregar o dinheiro para o investidor, além de não serem tão facilmente negociáveis.
 
p

Papel Moeda

É o dinheiro que temos na carteira, as notas e as moedas.
 
s

Selic

É a taxa básica da economia nacional, determinada pela oferta e procura por liquidez nas operações de mercado aberto entre instituições financeiras e o Banco Central, o qual procura sempre mantê-la na meta pré-definida pelo Copom.

Swap

Do inglês, quer dizer troca ou permuta. Ou seja, são operações de troca de uma rentabilidade futura por outra, acertando a diferença a pagar ou a receber no vencimento do contrato. Por exemplo: uma empresa tem um investimento e uma dívida, então ela procura uma instituição financeira para igualar as taxas, assim com o que o investimento rende, ela paga de variação de taxa mais os juros da dívida.
 
t

TR ou Taxa Referencial

Criada em 1991 para ser a taxa básica de juros e substituir todos os indicadores que existiam até o momento. Atualmente representa a TBF e é calculada em função da média dos CDBs, deduzida de um redutor, móvel e definido pelo Banco Central. É utilizada na remuneração dos títulos de dívida agrária (TODA-E), dos recursos das poupanças e do FGTS.
 
v

Volatilidade

É a medida de disperção dos retornos de algum título ou indice. Ou seja, quando o preço de uma ação, por exemplo, varia muito, pode-se dizer que ela é muito volátil.